43. O Segredo do Rei de Gelo

Escrito por Bob Haney

Sinopse oficial
Um gigante Rei Gelo é acidentalmente libertado de sua prisão glacial e ataca o Castelo dos Homens da Neve, derrotando o Cavaleiro Neve. Ele envia Snow Meow para pedir ajuda aos ThunderCats. Após uma série de confrontos e mal-entendidos, verifica-se que o Rei Gelo está procurando um ovo no qual sua princesa, uma vez presa, permaneça ali. Quando encontra o artefato, ele derrete, entrando no ovo e se reunindo a sua princesa.

Moral pelo Dr. Robert Kuisis
Os laços de amizade, juramentados pelo Código de Thundera, levam Lion-O a ajudar o Cavaleiro Neve contra uma figura lendária e antiga, o Rei Gelo. O Rei Gelo é movido por um desejo primordial, e a intensidade de seu impulso obriga Lion-O e o Cavaleiro Neve a reconhecê-lo como justo e bom. Eles decidem ajudá-lo em vez de bloquear sua intenção e, criando uma trégua, ajudam-no a alcançar o ovo que ele procura. Gratificado pela visão feliz que vê no ovo e pela lembrança de seu amor passado, o Rei Gelo expira, cumprida sua busca. Às vezes, nossa capacidade de simpatizar com os outros resulta no reconhecimento de que suas necessidades e objetivos em um determinado momento são muito importantes e necessárias para eles. Em alguns casos, é uma boa escolha deixar de lado nossas próprias preocupações e ajudá-las a alcançar o que precisam. A verdadeira amizade significa que, às vezes, sacrificamos nossas próprias necessidades mesquinhas para ajudar os outros, especialmente quando eles estão lidando com objetivos mais valiosos.

Elenco e personagens
Lion-O: Newton da Matta
Panthro: Francisco José
Tygra: Francisco Barbosa
Cheetara: Carmen Sheila
Snarf: Élcio Romar
Rei Gelo: Apenas sons e grunhidos
Senho das Neves/Cavaleiro Neve: Antônio Patiño
Snow Meow: Apenas sons e grunhidos

Locais em destaque: Montanha Gancho, Toca dos Gatos, Planície da Fertilidade, buracos do Homens-Toupeiras, cavernas dos trollogs e gigantões, castelo do Senhor das Neves.

Veículos em destaque: ThunderTanque

Comentário oficial
Se possível resumir, “O Segredo do Rei de Gelo” deve ser apenas um episódio comum dos ThunderCats, no sentido de que não há nada muito original nisso. No momento em que esse episódio aparece na série, os ThunderCats haviam enfrentado seu quinhão de seres mudos e superpoderosos, mecânicos e mágicos, e no papel o Rei Gelo deveria ter sido uma repetição um tanto chata para esses personagens. “Deveria ser” é a frase operativa, pois, embora esse episódio possa inicialmente não parecer tão original, ele pontua tanto em termos da maneira única como esses conceitos são executados, quanto por ser um episódio divertido e muito sólido.

Em muitas séries animadas desse período, scripts mais fracos teriam certas coisas que aconteciam convenientemente de maneiras que poderiam parecer apressadas ou forçadas, e às vezes até uma oferta de alta qualidade como o ThunderCats seria suscetível a essa fraqueza. No entanto, “O Segredo do Rei de Gelo” consegue evitar com sucesso essa armadilha, com todos os principais pontos da trama do episódio seguindo de uma maneira muito lógica e satisfatória, desde os principais pontos de virada no enredo até pequenos detalhes, como Cheetara estar fora do ThunderTanque quando o Rei Gelo o congela. Isso pode ser atribuído em grande parte ao autor do episódio, Bob Haney, um escritor veterano de quadrinhos que estaria acostumado a elaborar histórias com um certo nível de detalhe. De fato, este episódio tem muita vibração e sensibilidade de uma aventura em quadrinhos, com todos os pontos de virada e reviravoltas necessários para manter o público intrigado.

Embora alguns episódios do ThunderCats sofram com histórias um tanto unidimensionais (uma premissa direta desenhada ao longo de uma série de sequências de ação), este episódio não tem essa desvantagem. A história e a origem misteriosa do Rei Gelo se desdobram gradualmente, peça por peça, de uma maneira que atormenta e provoca o público. De fato, a peça final do quebra-cabeça sobre a origem do Rei Gelo não é revelada até o ato final do episódio, onde o Senhor das Neves, livre da pressão da batalha, é capaz de recordar com sucesso o restante da lenda do Rei Gelo. Mais uma vez, a força deste episódio está toda em sua execução; se um escritor menos habilidoso tentasse expandir a mesma premissa, as chances são de que o resultado final teria sido, se não inferior, certamente muito diferente.

Quanto ao personagem do próprio Rei Gelo, ele se coloca como uma ameaça altamente perigosa, com um verdadeiro ar de mistério, graças não apenas ao roteiro, mas também à excelente direção e animação do personagem. Tornar um personagem mudo interessante pode ser bastante desafiador, mas muito do que faz o personagem do Rei Gelo funcionar tão bem é sua personalidade na tela. Se houver uma falha nesse episódio, a personalidade do Rei Gelo muda um pouco durante o decorrer do episódio. Depois de congelar o ThunderTanque, o então vilão ri em triunfo, acreditando que venceu os incômodos ThunderCats. À luz da revelação conclusiva de que o Rei Gelo não é um vilão, mas simplesmente alguém em uma missão para encontrar a prisão de seu verdadeiro amor, se alegrar com a derrota dos ThunderCats pareceria um pouco fora do personagem. Teria feito a resolução da história do Rei Gelo parecer muito mais autêntica se esses poucos segundos de animação tivessem sido omitidos no episódio final. No entanto, esse é um truque relativamente pequeno que pode ser explicado – o Rei Gelo era um guerreiro dos tempos antigos e suas reações eram baseadas em instintos de batalha, ou ele legitimamente percebia os ThunderCats como atacantes do mal. No entanto, é uma pena que exista um elemento que precise ser explicado no que, de outra forma, é um script muito rígido e sólido.

As áreas nevadas ao redor da Montanha Gancho obviamente se prestam perfeitamente aos poderes mágicos de gelo e neve do Rei Gelo, mas também servem para adicionar um sabor diferente ao episódio, principalmente quando a neve invade outras partes do Terceiro Mundo. É um pouco lamentável que, em ordem de produção, esse episódio apareça imediatamente após o “Quarto Dia da Unção de Lion-O: A Prova da Força da Mente”, pois esse episódio também ocorre em um ambiente de neve e reapresenta Snow Meow. Dois seguidos enfraquecem bastante o impacto que esse episódio poderia causar, se fosse o primeiro episódio de neve em algum tempo.

Quanto mais a primeira temporada você se aprofundar, mais claro fica que os roteiristas estavam tendo cada vez mais dificuldade em ter ideias novas e originais. Talvez essa seja uma das razões pelas quais tantos novos personagens e conceitos foram adicionados às temporadas posteriores do programa. “O Segredo do Rei de Gelo” pode não ser um episódio clássico no sentido mais verdadeiro da palavra, mas reutiliza locais e personagens de caráter de maneiras refrescantes que contribuem para um episódio realmente sólido.

Escrito por Chris (He-Fan)

Curiosidades

  • No início deste episódio, descobrimos que os dinossauros, especificamente os pterodáctilos, ainda residem em algum lugar do Terceiro Mundo. O lizarthon de “É uma Questão de Tempo” é sem dúvida outro exemplo disso;
  • Este episódio marca a segunda aparição do Senhor da Neve da Montanha Gancho, após sua estreia em “O Senhor das Neves”. No entanto, neste episódio ele é chamado de “Cavaleiro Neve”. Esta é a única vez na série que o Senhor das Neves é chamado por esse nome. Da mesma forma, o Senhor das Neves se refere a Montanha Gancho como Montanha Neve ao recordar a lenda;
  • A animação deste episódio é uma das mais desleixadas de toda a série e apresenta vários erros. O Senhor das Neves começa com o braço direito congelado, mas em seguida é a esquerda. Quando Lion-O corre para a Câmara da Espada para pegar a Espada Justiceira, a Espada é puxada divertidamente fora de proporção. Panthro descreve a Toca como sendo semi-enterrado pela avalanche e o topo da Montanha Gancho como arrancado – nenhuma declaração é evidenciada na Arte da animação;
  • Este episódio apresenta breves participações dos trollogs e dos homens-toupeira. Tendo aparecido pela primeira vez em “Berbils”, os trollogs são vistos sem a presença dos gigantões (embora Panthro faça referência), talvez indicando que a derrota dos ThunderCats sobre essas criaturas os convenceu a deixar os trollogs em paz;
  • Tygra refere-se à Planície de Fertilidade pelo nome. Esta é a única vez que seu nome é falado.
  • Bob Haney também escreveu o episódio de estréia do Senhor das Neves, “O Senhor das Neves”.

Texto extraído de thundercats.org com tradução e adaptações de Luciano Marzocca