Grune O Destruidor

Origem
Thundera

Grupo
Expulso dos ThunderCats por traição

Intérprete/dublador
Dário de Castro

Características
Grune (também chamado Grune O Destruidor) é um tigre dentes-de-sabre antropomórfico. Ele já foi um Thundercat, amigo e aliado de Jaga, mas a ganância e a fome de poder tomaram Grune, e ele liderou um grupo de saqueadores, travando uma guerra com os ThunderCats. Foi nessa guerra que Jaga enfrentou e vendeu Grune, no combate mano-a-mano. Ele baniu Grune de Thundera, no que parecia ser um recipiente de cristal.

Grune encontrou seu caminho para o Terceiro Mundo, onde causou estragos e desespero. Não se sabe há quanto tempo isso aconteceu, mas séculos depois, os dois Bolkins contaram a história; é possível que seu conceito de tempo seja diferente daquele dos ThunderCats (ou humanos). Quando Grune morreu, havia um símbolo mágico colocado em sua tumba que o impediu de escapar. Quando dois insensatos Bolkins, Hurrick e Bundun, quebraram o símbolo, Grune foi libertado. Ele jurou vingança aos ThunderCats e Jaga.

Ele vagou para as Montanhas das Pedras de Fogo para reunir o que no Terceiro Mundo chamavam de “Pedras de Fogo”, que eram na realidade Thundrainium. Ele usou o Thundranium para forjar sua Massa (como ele conseguiu fazer isso quando Thundranium afeta todos os ThunderCats nunca foi explicado, especulando, pode-se chegar a conclusão que sua expulsão do grupo pode tê-lo afetado misticamente). Grune atacou a Toca dos Gatos. Os ThunderCats tentaram usar a Espada Justiceira para descobrir quem ele era, mas a espada não mostrou nada. Foi nesse episódio que apresentou o sexto sentido de  Cheetara, e ela conseguiu recontar sua história.

Como os ThunderCats não podiam lutar contra um fantasma, eles precisavam da ajuda de outro fantasma, Jaga – que era o que Grune queria o tempo todo: uma revanche. Eles lutaram novamente, mas a Maça de Thundranium drenou a força de Jaga, enfraquecendo-o e virando a batalha contra ele. No entanto, quando ele estava perdendo, Lion-O deu a Jaga a Espada Justiceira e parte de sua força vital, permitindo que Jaga derrotasse Grune novamente.

Pontos fortes
Grune é um guerreiro feroz e habilidoso. No combate corpo-a-corpo, ele é muito habilidoso e capaz de usar qualquer arma que possa colocar suas mãos. Ele também tem a força e a agilidade de um ThunderCat. Desde sua morte, sua forma espiritual lhe confere ainda mais força e capacidade de se materializar e se desmaterializar como ele quiser, além de se tornar invisível.

Apesar de ser um ex-ThunderCat e vindo de Thundera, Grune é aparentemente imune a Thundrainium, uma substância que enfraquece severamente todos os ThunderCats, incluindo o espírito de Jaga. Isso dá a Grune uma vantagem adicional.

Fraqueza
A fraqueza de Grune é sua ganância e insaciável desejo de poder. Impulsionado por estas ambições vis, ele não consegue pensar sobre as coisas e deixa suas emoções tirarem o melhor dele. Isso o torna previsível.

Armas
Grune empunha uma Maça Espinhosa que ele próprio forjou de Thundrainium. Isso a torna uma arma eficaz e mortal para usar contra os ThunderCats. Grune também é conhecido por usar uma espada, como visto em ThunderCats Ho! – Parte V durante sua luta com Jaga.

Histórico
Um Ex-thundercat, era o melhor amigo de Jaga quando ambos se tornaram thundercats, mas quando Jaga se tornou líder dos Thundercats, Grune ficou com inveja e junto de traidores thunderianos quebrou o Código de Thundera e em seguida foi derrotado por Jaga e selado no Terceiro Mundo.

Mumm-ra já solicitou a ajuda de Grune várias vezes, porém Grune, em sua última aparição nas HQs, se rebelou contra Mumm-ra, pois preferia morrer a deixar Mumm-ra se apoderar de Nova Thundera, que era o que Grune mais desejava. Grune possui somente um canino, o que faz sua aparência lembrar uma espécie de leão negro como o tigre dentes-de-sabre. Grune é dez vezes mais forte que Panthro. No Brasil foi dublado por Dário de Castro e também por Márcio Simões e Mário Monjardim

Aparições
11. O Guerreiro Fantasma
70. ThunderCats Ho! – Part V
112. 
Return to Thundera – Part II

Texto extraído de thundercats.org com tradução e adaptaçõede Luciano Marzocca

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *