58. O Disfarce de Mumm-Ra

Escrito por Jeri Craden

Sinopse oficial
Irritado com o fracasso dos Mutantes em destruir os ThunderCats, Mumm-Ra se transforma em um manso Berbil e engana Snarf para trazê-lo para a Toca dos Gatos. O vilão domina Panthro, transformando-o em um zumbi/escravo. Mumm-Ra escraviza Wilykat e Wilykit enquanto brincam de acampar, escraviza Cheetara enquanto ela investiga os gritos de terror e escraviza Tygra, mas não antes que o último perceba quem está por trás de tudo e avise Snarf. Ele escapa para contar a Lion-O, que está acampado. Eles se separaram para procurar no Toca. Snarf é escravizado. Sob o poder de Mumm-Ra, todos os ThunderCats atacam Lion-O juntos. Ele foge da Toca, perseguido por Mumm-Ra, que usa uma máscara com lentes espelhadas para se proteger do reflexo da Espada. Lion-O usa o Olho de Thundera para quebrar o feitiço de Mumm-Ra. Juntos, eles derrotam o Sacerdote do Mal.

Moral pelo Dr. Robert Kuisis
Mumm-Ra se disfarça como um Berbil inocente para tentar derrotar os ThunderCats. Ele brinca com o altruísmo deles para entrar na Toca. Uma vez lá dentro, ele lança um feitiço sobre os heróis e, agarrando-os com braceletes de escravos, ele os transforma sob seu comando. O plano de Mumm-Ra quase dá certo, quando apenas Lion-O não é afetado pelo feitiço. Lion-O escolhe não usar os poderes da Espada contra seus colegas ThunderCats, porque ele acredita na capacidade deles de permanecerem fiéis às suas identidades reais. Em vez disso, ele foge para combater Mumm-Ra sozinho com a Espada Justiceira. Na luta contra o vilão, Lion-O invoca o poder do Olho de Thundera. Sua fé nos ThunderCats é bem fundamentada, porque a resposta deles ao sinal de ThunderCat é mais forte que o feitiço de Mumm-Ra. Eles se libertam do feitiço, voltam a ajudar Lion-O, e derrotam Mumm-Ra.

A aparência de uma pessoa baseia-se em suas personalidades, que são seus padrões característicos de comportamento e modos de pensar em reagir ao ambiente. Lion-O foi testado quando os outros ThunderCats se voltaram contra ele. Mas como sua amizade se baseava no conhecimento das verdadeiras personalidades de seus amigos e não em características superficiais, ele não perdeu a fé nelas. Se escolhermos nossos amigos dessa maneira, podemos acreditar neles em tempos de crise ou quando ouvimos coisas enganosas sobre eles, porque saberemos como eles realmente são. E como a personalidade tende a ser consistente ao longo do tempo, se escolhermos amigos com cuidado, podemos esperar que nossas amizades durem e sejam recompensadoras por um longo tempo.

Elenco e personagens
Lion-O: Newton da Matta
Panthro: Francisco José
Tygra: Francisco Barbosa
Cheetara: Carmen Sheila
Wilykit: Marisa Leal
Wilykat: Nizo Neto
Snarf: Élcio Romar
Escamoso: André Luiz “Chapéu”
Simiano: Paulo Flores
Chacal: Older Cazarré
Mumm-Ra: Silvio Navas
“Berbil” (Mumm-Ra disfarçado): Silvio Navas

Locais em destaque: Pirâmide Negra; Floresta; Toca dos Gatos.

Veículos: Curiosamente, nenhum.

Comentário oficial
O autor H. P. Lovecraft disse que “a emoção mais antiga e mais forte da humanidade é o medo”. Isso explica porque o gênero de terror é tão popular no mundo do entretenimento. Fugimos do medo e do perigo, mas ao mesmo tempo possuímos um desejo primordial de emoções e sustos. Desde os tempos antigos, os contadores de histórias têm explorado essa natureza paradoxal da mente humana para manter seu público envolvido. Além de uma boa história de horror ser eficaz para imprimir sua moral na mente do leitor, ela também torna o autor menos propenso a críticas, pois o público está muito ocupado sendo aterrorizado para perceber falhas na narrativa.

Com “O Disfarce de Mumm-Ra”, o escritor Jeri Craden conduz a saga ThunderCats por um caminho sombrio e assustador. Apesar de o título medíocre revelar a trama, o roteiro inteligente de Craden adiciona surpresas suficientes para mantê-lo atualizado. Começando com o visual frequentemente visto de Mumm-Ra convocando os Mutantes para sua Pirâmide, o episódio imediatamente dá sua primeira reviravolta quando o Sacerdote do Mal proclama que ele simplesmente chamou os Mutantes para mostrar a eles como o trabalho deve ser feito. Desta vez, é ele quem vai escaldar os gatos!

Assumindo o disfarce de um inofensivo Berbil, Mumm-Ra finge uma lesão e é convidado a entrar na Toca dos Gatos. Quando a noite cai, ele se transforma em sua forma De Vida Eterna e passa a assumir o controle das mentes dos ThunderCats, amarrando-as com pulseiras de controle mental. Os olhos vermelhos brilhantes e os sorrisos sinistros dos ThunderCats possuídos são uma visão assustadora, e Craden consegue até converter Snarf em uma criatura assustadora, o que não é uma tarefa fácil. Assim como Leonard Starr fez em “O Guerreiro Fantasma”, Craden transforma a fortaleza dos ThunderCats em uma casa de horrores.

Escusado será dizer que, em um episódio como esse, o visual desempenha um papel fundamental e pode criar ou quebrar o episódio inteiro. Felizmente, o departamento de animação enfrenta o desafio e oferece o ambiente sombrio apropriado que o roteiro exige. Até os dubladores apresentam uma performance petrificante, e a voz Panthro “zumbificada” é arrepiante.

Lion-O é o único ThunderCat que falta na maior parte do episódio, pois ele está acampado na floresta. Craden cuidadosamente mantém Lion-O removido da ação inicial para que ele possa eventualmente fornecer um resgate heróico. Embora o passeio inexplicável de Lion-O seja peculiar, ele não é único, pois o jovem líder também pratica alpinismo por puro tédio em “A Montanha”.

Craden mais uma vez brinca com o público, sugerindo Lion-O vencer usando o reflexo de Mumm-Ra na Espada, mas surpreendentemente, Mumm-Ra puxa um Ás na manga, ou melhor, óculos espelhados. Mesmo que Mumm-Ra seja derrotado de maneira clichê, a reviravolta temporária no fluxo da história a torna mais divertida. Enquanto “O Disfarce de Mumm-Ra” pode não dar pesadelos aos adultos, fará as crianças pensarem muito antes de levar seus ursinhos de pelúcia para a cama com eles novamente, mua-ha-ha.

Escrito por Wilycub

Curiosidades

  • Além de sua breve participação no início, os Mutantes não aparecem mais no episódio.
  • Antes de ganhar o controle sobre Panthro, Mumm-Ra solta um bastão de energia nele. Safari Joe, em seu episódio-título, emprega a mesma estratégia contra o poderoso ThunderCat. Parece que a quiroptophobia de Panthro (medo de morcegos) é de conhecimento comum entre os inimigos do ThunderCat.
  • Mesmo que Mumm-Ra se transforme em Ro-Bear Bill, como é evidente por seu pêlo marrom escuro, ele é sempre chamado de “o berbil” pelos ThunderCats.
  • Um vislumbre do guarda-roupa de Cheetara revela conjuntos idênticos de sua roupa e botas. Um tanto curioso, como Jaga dotou cada ThunderCat com apenas uma roupa no episódio piloto “Êxodo”.
  • O que é ainda mais curioso é por que apenas Snarf permaneceu sob o controle de Mumm-Ra quando Lion-O libertou seus companheiros de equipe, convocando-os com a Espada.

Texto extraído de thundercats.org com tradução, complementos e adaptações de Luciano Marzocca