40. O Lobo Feroz

Escrito por C.H. Trengove

Sinopse oficial
Abutre constrói um Robô Rato-Lobo para se infiltrar na Toca dos Gatos. Mumm-Ra possui um frasco de gás de miniaturização, e equipa o robô com ele. Assim que atingidos, os ThunderCats são imediatamente reduzidos para nove polegadas de altura. Sabendo o quão vulneráveis eles estão nesse tamanho, Mumm-Ra orquestra um ataque Mutante à Toca dos Gatos. A única esperança dos ThunderCats é Snarf; eles o armam com uma armadura e o usam como cavalgadura de batalha, enquanto Tygra trabalha em um antídoto. Os heróis finalmente pegam o antídoto, e Snarf, respirando o antídoto acidentalmente, cresce em proporções enormes. Em seu estado gigantesco, ele aterroriza os Mutantes e os coloca em fuga.

Moral pelo Dr. Robert Kuisis
Às vezes, em nossas mentes, podemos enfatizar demais a importância de certas características físicas. Podemos nos sentir mal ou ter medo de estar em desvantagem se não possuímos uma qualidade. Para alguns, tamanho físico e força são uma característica desejável. Mas muitas vezes é dada demasiada importância. Na realidade, a falta de uma qualidade física não precisa ser um déficit e pode ser contrabalançada por outras características.

Neste episódio, os ThunderCats encontram-se fisicamente incompatíveis na luta contra o Robô Rato-Lobo, quando são reduzidos de tamanho. No entanto, eles usam velocidade, improvisação, trabalho em equipe e determinação para perseverar contra o robô e os Mutantes. A lição para nós é que nunca devemos colocar muita importância em nenhuma característica, mas devemos nos esforçar para crescer e usar todas as nossas qualidades pessoais. É toda a nossa personalidade que conta, não nenhuma característica.

Elenco e personagens
Lion-O: Newton da Matta
Panthro: Francisco José
Tygra: Francisco Barbosa
Cheetara: Carmen Sheila
Wilykit: Marisa Leal
Wilykat: Nizo Neto
Snarf: Élcio Romar
Abutre: Luiz Feier Motta
Escamoso: André Luiz “Chapéu”
Simiano: Paulo Flores
Chacal: Older Cazarré
Mumm-Ra: Silvio Navas
Robô Rato-Lobo: Ronaldo Magalhães

Locais em destaque: Toca dos Gatos, Pirâmide Negra

Veículos: Mergulhador, Naves-Navalha, Nave Voadora

Comentário oficial
Talvez devido ao grande número de episódios necessários para preencher uma temporada inteira, ou talvez devido às oportunidades de narrativa apresentadas pelo conceito em questão, dentro do gênero de séries animadas da década de 1980, seja possível encontrar vários temas recorrentes, por exemplo, episódios baseados na neve, como o próprio “Senhor das Neves”, de ThunderCats. No entanto, sem dúvida, um dos mais populares desses temas recorrentes é o onipresente episódio de encolhimento e “O Lobo Feroz” é a vez de ThunderCats abordarem o conceito.

Este é talvez um dos episódios mais difíceis de avaliar em ThunderCats objetivamente, simplesmente porque, para qualquer fã de animação dos anos 80, o conceito e os temas desse episódio já foram explorados inúmeras vezes antes. De certa forma, é preciso dizer que é uma pena, porque este episódio realmente apresenta uma série de reviravoltas únicas que o diferenciam de outras tentativas semelhantes de outras séries. Enquanto outras séries podem simplesmente criar um dispositivo de enredo que reduz os personagens heróicos do programa e os coloca contra uma sequência de perigos geralmente aleatórios (como a recém-descoberta suscetibilidade de serem atacados por ratos, insetos, eletrodomésticos etc.), neste episódio, o plano de Abutre e Mumm-Ra é duplo – primeiro usando o Robô Rato-Lobo, uma criação de aparência inócua, para se infiltrar na Toca dos Gatos e encolher os ThunderCats e, em seguida, usando a mesma criação para atacar os ThunderCats miniaturizados. Este é realmente um dispositivo de enredo altamente criativo. Se o Rato-Lobo enfrentasse os ThunderCats de tamanho normal, duraria apenas alguns segundos. Da mesma forma, se um combatente de tamanho normal tentasse se infiltrar na Toca sem ser detectado, seria improvável que ele obtivesse muito sucesso. Mas, graças ao plano de Mumm-Ra e Abutre, o Robô é teoricamente capaz de realizar as duas tarefas ao mesmo tempo.

Outra coisa que torna esse episódio mais inteligente do que parece inicialmente é o fato de apresentar um método único de separar Lion-O da Espada Justiceira. Ao longo de ThunderCats, particularmente nas temporadas posteriores, seria muito fácil para qualquer situação ser resolvida pelo poder do Olho de Thundera. Neste episódio, o tamanho reduzido de Lion-O o separa da espada, e toda uma sequência de ação é construída em torno de suas tentativas de alcançar a Câmara da Espada e invocar a Visão Além do Alcance. Se Lion-O tivesse sido armado com a espada quando encolhido, mesmo em seu estado menor, teria sido relativamente fácil dominar o Robô Rato-Lobo, e por isso é bom ver esse furo em potencial fechado.

Este é o segundo roteiro a partir da caneta de Chris Trengove, que havia feito sua estréia com ‘Turmagar o Tuska”. Os dois episódios apresentam um contraste interessante. Onde “Turmagar” foi construído em torno de uma variedade de sequências de ação memoráveis e muito pouco diálogo, “O Lobo Feroz” é preenchido com linhas memoráveis e espirituosas. Um elemento que eles compartilham é o gosto aparente de Trengove por colocar os ThunderCats contra uma máquina gigante, embora neste caso a diferença de tamanho seja causada pelo fato de os ThunderCats serem minúsculos, em vez da enorme criatura que eles enfrentaram anteriormente.

Outro toque agradável ao assistir esse episódio é ver Abutre trabalhando diretamente com Mumm-Ra. Sempre o mais hábil e independente dos Mutantes, questiona-se se a aliança com o Sacerdote do Mal era conhecida por seus camaradas ou se essa foi uma tentativa precoce do inventor-mutante de romper com seus companheiros e estabelecer uma aliança direta com Mumm-Ra. Dá para suspeitar que Abutre é alguém que a Múmia consideraria mais intelectual do que os outros Mutantes. Seja qual for o caso, esse cenário contribui para um desvio divertido da norma, onde o comum é Escamoso sendo mostrado em contato com Mumm-Ra e, como tal, acrescenta outro aspecto único ao enredo.

Mesmo ao tentar visualizar objetivamente como se fosse o primeiro e único exemplo de um episódio cada vez mais reduzido a aparecer no universo da animação dos anos 80, é preciso dizer que “O Lobo Feroz” sofre de ser um pouco insosso. É, no entanto, muito mais imaginativo e inteligente do que a maioria de seus contemporâneos, e serve como testemunho do padrão de escrita predominante na série de que um conceito tão bem explorado ainda pode fornecer uma história sólida e divertida. No geral, esse não é um dos episódios mais fortes da série, mas ainda tem pontos suficientes para valer a pena assistir.

Escrito por Chris (He-Fan)

Curiosidades

  • Uma piada divertida aparece no início deste episódio, quando Mumm-Ra revela que sua poção mágica em miniatura foi criada por “Tutantiny”, um trocadilho com o nome do faraó egípcio Tutankhamon e “tiny”, “pequeno” em inglês;
  • No final do episódio, quando Snarf sai do disfarce de Robô Rato-Lobo e declara: “Isso é apenas para abridores, Mutantes, snarf, snarf!”, é possível ouvir Bob McFadden mudar de voz interpretando Snarf para a voz de Escamoso, que fala a próxima linha;
  • Um Snarf superdimensionado que enfrentasse os Mutantes reapareceria na terceira temporada em “Hair of the Dog”, quando Snarf se transforma em Snarf-Ra, o De Vida Eterna!
  • Este episódio foi apresentado no Volume 9 do lançamento do vídeo do Family Home Entertainment, junto com “A Cápsula do Tempo”.

Texto extraído de thundercats.org com tradução e adaptações de Luciano Marzocca