22. Snarf Aceita o Desafio

Escrito por Peter Lawrence

Sinopse oficial
Snarf procura por toda Toca dos Gatos e descobre que todos os ThunderCats desapareceram. A Guardiã dos Unicórnios vem e informa a ele e Ro-Ber-Bill que ela viu os Mutantes capturarem cada um dos ThunderCats e a Espada Justiceira. Os Mutantes trazem os ThunderCats para a Pirâmide Negra de Mumm-Ra e os envolvem em bandagens de múmia, deixando-os imóveis. Snarf usa seu talento especial de comunicação com as criaturas do Terceiro Mundo e invoca um Morcego Gigante, uma aranha e um pássaro parecido com um pica-pau para ajudá-lo a resgatar seus amigos ao penetrar a Pirâmide. Snarf liberta Lion-O que usa a Espada para dar aos outros ThunderCats o poder de se libertar de suas ataduras mumificadas. Lion-O usa a Espada para lançar o reflexo da Mumm-Ra de volta a ele mesmo, e ele recua para a tumba derrotado.

Moral pelo Dr. Robert Kuisis
Snarf, cuja ostentação é frequentemente uma reação à sua própria insegurança, é forçado a discernir e confiar em suas próprias habilidades quando os outros ThunderCats são capturados. Assumindo responsabilidade, ele usa seu talento único para se comunicar e ser amigo das criaturas do Terceiro Mundo para resgatar os ThunderCats.

O senso de valor pessoal está ligado a um domínio ativo do ambiente e das situações. Um sentimento de conquista é obtido quando a criança se torna consciente de seus talentos e habilidades e se envolve em ações para expressá-las e alcançar algum objetivo. A confiança da criança é baseada nas expectativas de sucesso, que ele aprende em experiências e atividades anteriores. Toda criança, em qualquer nível de proficiência que exiba, deve ser encorajada a perceber suas habilidades e usá-las em ação. É somente quando temos coragem de tentar e agir que aprendemos quais são nossos talentos e podemos adquirir um senso de domínio e realização. É contraproducente assumir que não temos nada a oferecer.

Elenco e personagens
Lion-O: Newton da Matta
Panthro: Francisco José
Tygra: Ricardo Juarez
Cheetara: Carmen Sheila
Wilykit: Marisa Leal
Wilykat: Nizo Neto
Snarf: Élcio Romar
Guardiã dos Unicórnios: Neyda Rodrigues
Jaga: Garcia Neto
Mumm-Ra: Sílvio Navas
Escamoso: André Luiz “Chapéu”
Simiano: Paulo Flores
Chacal: Older Cazarré
Abutre: Luiz Feier Motta

Locais em destaque: Pirâmide Negra, Floresta do Silêncio

Comentário oficial
“Snarf Aceita o Desafio” é facilmente uma das ofertas mais exclusivas e memoráveis ​​da série ThunderCats. Mesmo que o enredo do episódio seja bastante simplista e direto (os Mutantes capturam os ThunderCats para Mumm-Ra, Snarf duvida de si mesmo, mas invoca suas habilidades para libertá-los, os ThunderCats são libertados e derrotam Mumm-Ra, The End), o episódio é cheio de momentos memoráveis ​​e toques de caráter agradáveis, além de proporcionar a oportunidade de destacar os holofotes com firmeza em um dos personagens mais subestimados da série.

O personagem de Snarf é um tema de debate entre os fãs do ThunderCats e da animação dos anos 80 em geral. Muitos fãs acham que Snarf como um personagem enfraqueceu a integridade do show de ação e aventura ao estar presente como um personagem do tipo “ajudante”, jogado para alívio cômico e como tal, somando apenas para uma distração irritante. No entanto, enquanto esses argumentos carregam um elemento de validade, a coisa mais notável sobre Snarf é que ele é realmente uma ruptura com a norma, no sentido de que muitos personagens diminutivos que aparecem nas animações dos anos 80 são realmente colocados lá como o “personagem infantil”, uma folha através da qual os heróis da série podem adotar a lição moral daquele episódio em particular, sendo o exemplo de Gorpo de He-Man e os Mestres do Universo.

Snarf se desvia desse passo. Em seu exemplo, os papéis são invertidos, com Snarf muitas vezes sendo o sábio ancião para o jovem e impetuoso Lion-O. Enquanto Snarf pode parecer um pouco covarde, isso tende a se originar de uma consciência de sua fraqueza física, e não através da verdadeira covardia, com a bravura de Snarf em batalha sendo mostrada várias vezes ao longo da série. Assim, esses traços de caráter fazem um episódio como “Snarf Aceita o Desafio” parecer muito confiável e uma realização natural do desenvolvimento do personagem empregado ao longo da série.

É justo dizer que gostar de “Snarf Aceita o Desafio” você provavelmente tem que gostar do personagem Snarf, especialmente considerando que, como você esperaria, ele tem mais tempo de tela neste episódio do que qualquer outro ThunderCat. Para os fãs de Snarf, este episódio é um que responde a tantas críticas ao personagem, tanto dentro do contexto da série quanto fora dela. Este episódio mostra que tamanho e força não são as únicas maneiras de ter sucesso na batalha contra o mal; é possível triunfar através do emprego de coragem, astúcia e ingenuidade. Ironicamente, esse episódio é talvez o mais próximo que Snarf chega a retratar o “personagem infantil”, mostrando que pessoas pequenas ainda podem alcançar grandes realizações.

Assim como todos os elementos óbvios que destacam esse episódio, deve-se dizer que outro fator é o uso brilhante de recursos visuais por toda parte. As imagens dos ThunderCats mumificadas são duras e marcantes, Mumm-Ra está em seu melhor sinistro, e a cena em que Snarf chega na Toca dos Gatos para encontrá-lo banhado na escuridão é especialmente memorável, criando um começo realmente intrigante para o episódio em linha reta longa. O truque de começar um episódio no meio da ação, para chamar a atenção do espectador e, em seguida, contar como essa ação aconteceu é um truque que foi usado nos ThunderCats com bons resultados. Este episódio é um exemplo clássico disso, exceto que, neste caso, os primeiros minutos do episódio estão longe de ser cheios de ação. Em vez disso, eles chamam a atenção do público desde os primeiros segundos devido ao seu tom sombrio e suavemente agourento.

Embora dizer que este é um episódio que os fãs do ThunderCats vão amar ou odiar seria um pouco forte, provavelmente é justo dizer que é um episódio que eles vão amar ou sentir-se muito indiferentes. Pessoalmente, penso que “Snarf Aceita o Desafio” faz um uso fantástico e imaginativo da personagem principal com maior probabilidade de ser negligenciado e, como tal, assinala-se como um dos episódios mais memoráveis ​​da série. Se você é fã do Snarf, ou apenas gosta de ver episódios que destacam personagens menos usados, esse é definitivamente o episódio para você!

Escrito por Chris (He-Fan)

Curiosidades

  • Quando a Guardiã do Unicórnio reconta como os ThunderCats foram capturados, ao descrever as observações dos animais da floresta, ela revela que ela (e talvez também o marido) tem a habilidade de se comunicar com outros animais, não apenas com unicórnios.
  • A aparição do “tchako” de Panthro foi retirada do lançamento do vídeo caseiro do Reino Unido neste episódio. É provável que isso ocorra porque os censores do Reino Unido não se sentiam à vontade com a arma ninja de Panthro e, de fato, muitos episódios da segunda metade da primeira temporada seriam editados para remover o uso da arma por Panthro quando transmitido pela BBC no Reino Unido.
  • Neste episódio, Ro-Ber Bill faz referência à habilidade de Snarf de se comunicar com os animais do Terceiro Mundo, apesar do fato de que Snarf só mostrou essa habilidade uma vez na série até agora: ao se comunicar com um unicórnio bebê em “O Terrível Mão-de-Martelo”.
  • Este episódio marca a terceira aparição de Abutre e, como em suas duas aparições anteriores, ele ainda é dublado por Bob McFadden no original.
  • A montagem de imagens usadas quando Snarf relata as habilidades dos outros ThunderCats é obtida de uma variedade de fontes. A cena dos ThunderKittens é de “Lost Intro” de “Exodus”, a filmagem de Tygra é de “The Fireballs of Plun-Darr”, a cena de Cheetara é da sequência de abertura, e as filmagens de Lion-O são de “The Time Capsule”!
  • Quando os ThunderCats se libertam de suas bandagens, todos, exceto Lion-O, estão de posse de suas armas, indicando que nem Mumm-Ra nem os Mutantes pensaram em desarmar os ThunderCats antes que fossem mumificados.
  • Este episódio apresenta uma variação da sequência de transformação do Mumm-Ra, descartando a filmagem de estoque usual. A sequência imediatamente após esta transformação usa uma animação familiar de Mumm-Ra disparando um raio de energia em Lion-O, com o líder ThunderCat saltando para fora do caminho e pousando na vertical para desviar o raio de energia com sua Espada, tirada do final do a sequência de abertura!

Texto extraído de thundercats.org com tradução e adaptações de Luciano Marzocca

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *