34. Terceiro Dia de Ungido de Lion-O: A Prova de Habilidade


Escrito por Leonard Starr

Sinopse oficial
Lion-O passa pelo terceiro de seus Julgamentos de Unção, que cada Senhor dos ThunderCats deve passar para provar que é digno de seu título herdado. O Julgamento da Astúcia coloca Lion-O contra os ThunderKittens: uma corrida pelo Labirinto do Infinito. Os Willys têm a vantagem de ter reconhecido o labirinto e planejar um número de desvios para confundir e atrasar seu candidato a líder. Os Mutantes se aproveitam do fato de que o Lion-O deve passar nos testes desarmado e não pode aceitar ajuda de ninguém, então o julgamento inclui uma série de escaramuças com eles.

No labirinto, Lion-O é capturado por moradores das cavernas semi-cegos que acreditam que ele é um Ser Superior, um habitante da superfície cujos ancestrais temiam os livros que o povo que agora vive nos subterrâneos esconderam, e mesmo gentis, agora vivem para proteger. Para punir Lion-O, eles tentam forçá-lo a ler até que sua visão se esvaia. Lion-O escapa das cavernas e impede que os Mutantes destruam seus livros.

Enquanto isso, os Wilykat e Wilykit estão presos acima de um abismo ardente e pedem ajuda. Mesmo sabendo que este pode ser apenas mais um truque deles, Lion-O vai em socorro. Os moradores das cavernas ajudam-no a resgatar os dois, que estavam realmente em perigo. Lion-O finalmente vence a corrida pelo labirinto, enganando os Thunderkittens quando amarra-os a uma rocha sem que percebam.

Moral pelo Dr. Robert Kuisis
No Terceiro Dia de Ungido, Lion-O é forçado a enfrentar Wilykat e Wilykit, cujas características são truques e astúcia. Eles são mestres do engôdo e do uso de estratagemas e meios tortuosos ao invés de confronto direto para alcançar seus fins. Lion-O mostra astúcia e apela à sua própria esperteza para combinar sabiamente os truques e vencer o julgamento. Às vezes, quando estamos presos tentando alcançar uma meta por meios diretos, devemos considerar a alternativa de um plano ou dispositivo habilidoso que é indireto. De qualquer forma, nunca devemos ser tão apegados aos nossos próprios objetivos que ignoramos os outros necessitados. Lion-O leva tempo para resgatar os ThunderKittens e, por ter ajudado o povo subterrâneo, eles, por sua vez, o ajudam. Nunca devemos estar muito ocupados ou com preguiça para responder às pessoas que precisam de ajuda.

Elenco e personagens
Lion-O: Newton da Matta
Panthro: Francisco José
Tygra: Ricardo Juarez
Cheetara: Carmen Sheila
Wilykit: Marisa Leal
Wilykat: Nizo Neto
Snarf: Élcio Romar
Escamoso: André Luiz “Chapéu”
Simiano: Paulo Flores
Chacal: Older Cazarré
Abutre: Luiz Feier Motta
Povo subterrâneo: N/C

Locais em destaque: Toca dos Gatos, Labirinto do Infinito

Comentário oficial
O terceiro ato na peça que são as provas de unção de Lion-O, “A Prova de Habilidade” mostra Lion-O competindo contra os Thunderkittens, Wilykat e Wilykit, em uma batalha de inteligência que testa uma faceta única da personalidade de Lion-O: astúcia e capacidade de enganar os adversários em vez de usar proezas físicas, como força, velocidade ou habilidade de combate. Como tal, este episódio complementa efetivamente as outras quatro partes desta “minissérie”.

Embora seja um ponto discutível, este episódio é o menos interessante dos cinco episódios de Provas de Unção. “O Julgamento da Força” se beneficiou de ser a primeira parte, contendo muita exposição interessante, bem como busca da alma do Lion-O, e “O Julgamento da Velocidade” se beneficiou do desafio único de Lion-O ter que vencer Cheetara em um corrida – igualmente, no caso dos dois episódios de Provas que se seguem a este, “A Prova do Poder da Mente” revela uma capacidade única e raramente vista de Tygra, colocando Lion-O atravessando vários obstáculos psicológicos, e “A prova do Mal” apresenta a emocionante premissa de Lion-O enfrentando Mumm-Ra desarmado, enquanto ao mesmo tempo nos dá uma visão detalhada do interior da pirâmide de Mumm-Ra. Para ser sincero, este episódio não apresenta nenhum desses elementos e, como tal, há uma ligeira sensação de passar despercebido pelos movimentos com repetições de argumento – como no episódio anterior de Julgamento, envolvendo Lion-O e seu oponente ThunderCat (ou neste caso, os adversários) tentando fazer o melhor enquanto os Mutantes fornecem um pano de fundo distrativo e uma sensação adicional de perigo.

Apesar dessas deficiências, no entanto, este episódio oferece uma visão agradável da relação entre Lion-O e os Thunderkittens. Apesar de não ser ostensivamente exibida, a maior parte da interação entre o Lion-O e os ‘Gatinhos’ vistos neste episódio é a interação de iguais em vez de um filho mais velho e dois filhos, e essa peça sutil de escrita realmente faz uma grande diferença neste episódio. Algo que muitas vezes é esquecido durante o curso da série é que o Lion-O e os Thunderkittens tinham mais ou menos a mesma idade antes da chegada dos ThunderCats no Terceiro Mundo, e é apenas o envelhecimento acelerado de Lion-O que criou qualquer tipo de diferença de idade. Enquanto Lion-O amadurece mais rápido do que os Thunderkittens enquanto a série se desenrola (principalmente pela necessidade), não é difícil imaginar os Thunderkittens não olhando para o Lion-O como um “ancião” da maneira que eles poderiam ver ali um ex-companheiro de brincadeira, alguém da idade e do tamanho não muito tempo atrás. Novamente, alguns episódios optam por ignorar completamente isso, mas é interessante notar que mais de um dos roteiros de Leonard Starr (outro exemplo notável sendo “A Torre das Armadilhas”) exibe sutilmente e explora a relação única entre o Lion-O e os Thunderkittens.

Este episódio também é uma ótima vitrine para Wilykit e Wilykat. Enquanto os Thunderkittens estão frequentemente presentes nas batalhas dos ThunderCats com seus inimigos, muitas vezes eles são mostrados mais como irritantes para seus inimigos do que como uma força genuína a ser considerada. Este episódio permite que eles mostrem corretamente como arma eficaz o pensamento rápido pode ser. Enquanto alguns episódios posteriores mostrariam os Thunderkittens como sendo um pouco imaturos, este episódio mostra-os como jovens ThunderCats inteligentes e entusiastas, focados e mais do que capazes de lidar com eles mesmos. Apenas no final do episódio, onde os Thunderkittens caem em uma cobra gigante e se encontram à beira de uma desgraça, eles reverterão ligeiramente para o tipo, mas mesmo isso é feito de uma maneira que não desacredite competência. Definir os eventos do episódio em um labirinto é, na verdade, outro movimento inteligente, já que este é o local perfeito para mostrar os talentos e personalidades de Wilykat e Wilykit.

Indiscutivelmente o outro elemento mais interessante deste episódio é a introdução da raça misteriosa e anônima de criaturas geralmente referida pelos fãs como o “povo subterrâneo”. Essas criaturas inicialmente parecem seres malignos, procurando escravizar Lion-O, mas na verdade eles são apenas amargos pelo tratamento cruel que lhes foi dado por aqueles do Terceiro Mundo que “temiam seus livros”, levando-os ao subsolo e roubando eles de sua visão, o componente mais essencial para ler os livros que são o depósito de seu conhecimento. Esta história de fundo é interessante de várias maneiras por causa das origens misteriosas dos seres em questão – nenhuma explicação é dada a respeito de por que seus livros foram temidos ou que os levaram ao subsolo. Uma possível explicação é que, nos primeiros dias pós-apocalípticos do Segundo ou Terceiro Mundo, essas criaturas e seus livros eram temidos porque seu conhecimento era considerado como poder sobre outras raças mais primitivas do planeta e, portanto, foram perseguidos. por medo de que seu conhecimento pudesse levá-los a se tornar a espécie dominante na Planeta. Outra possibilidade é que seus livros contenham algo completamente mais sinistro do que conhecimento, talvez feitiços para trabalhar magia negra ou outros segredos proibidos – no entanto, esta teoria é desmentida pelas ações corajosas, nobres e justas do povo subterrâneo em seu resgate de Lion-O e os Thunderkittens, arriscando mais danos aos seus olhos no processo. É uma pena que as origens e os bastidores dessas criaturas não tenham sido exploradas em maiores detalhes, mesmo que apenas em um episódio posterior, já que sua história poderia ter se inclinado para um conto interessante sobre sabedoria, livros e perseguição.

Enquanto “A Prova de Habilidade” serve mais como um aperitivo do que como prato principal quando comparado com os episódios que o seguem, no entanto estes elementos marcam como uma história agradável com alguns grandes momentos de personagem e uma variedade de cenas interessantes e excitantes, e, como tal, ainda é um dos episódios mais fortes da 1ª temporada do ThunderCats.

Escrito por Chris (He-Fan)

Curiosidades

  • Este episódio marca a única aparição de uma estranha raça de seres que vivem no subterrâneo, abaixo do Terceiro Mundo. Embora seja explicado que esses seres foram empurrados para o subsolo por outras raças da planeta que temiam seus livros (ou, presumivelmente, o conhecimento contido neles), suas origens ainda permanecem envoltas em mistério, e de fato nenhum nome oficial é atribuído a essas criaturas durante o episódio.
  • Neste episódio, é revelado que Lion-O tinha 12 anos quando os ThunderCats fugiram de Thundera.
  • Neste episódio, Panthro se refere duas vezes aos Thunderkittens como “os Wilycats”, uma variação rara em seu nome usual.
  • Embora todos os episódios que compõem as Provas de Unção de Lion-O estejam separados, eles são escritos como ocorrendo em dias consecutivos e, como tal, são projetados para serem assistidos juntos.
  • Quando ThunderCats foi exibido no Reino Unido na BBC, era prática comum que um episódio do programa fosse transmitido uma vez por semana, ao contrário dos EUA, onde muitas estações transmitiam o programa diariamente. Ao contrário dos EUA, onde os episódios da Povas da Unção estavam separados, no Reino Unido eles foram exibidos juntos, com as cinco partes sendo transmitidas no período de cinco semanas.
  • Esses episódios não foram transmitidos no Reino Unido até setembro de 1990, quando deram início a uma nova série (temporada) do ThunderCats – a nova temporada em questão é a segunda metade da primeira temporada! Curiosamente, embora os episódios de Provas da Unção não tivessem sido transmitidos no Reino Unido até aquele momento, vários episódios que aparecem depois deles na produção e na ordem de transmissão dos EUA foram transmitidos na BBC vários anos antes.

Texto extraído de thundercats.org com tradução e adaptações de Luciano Marzocca

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *